sexta-feira, outubro 31, 2008

To boo or not to boo *

Faz algum sentido festejar o Halloween ou o dia das bruxas? Para mim, nenhum. Eu ainda sou do tempo em que ninguém ligava pevide ao fenómeno. Halloween?! Nunca ouvi falar disso.
Mas quero deixar aqui uma promessa: se Barak Obama (gosto de pronunciar este nome) for eleito na próxima terça-feira e vier a ser um verdadeiro presidente do mundo - eu sei, eu sei, estou a ser demasiado optimista, quase ridículo, mas enfim - hei-de repensar estes meus malvados (pre)conceitos.
Enquanto não chega esse dia, vou-me rindo com estas coisas: *Gasparzinho - To boo or not to boo.


2 comentários:

rui guerra disse...

espero que esse Obama seja apenas presidente dos EUA. tudo o que seja além disso, é muito mau.

rb disse...

Guerra,

Certamente percebeste onde eu queria chegar. Como sabes, a política americana vai muito para além dos EU, até mesmo além do próprio planeta. Basta citar os exemplos da guerra do Iraque e da crise financeira actual para se perceber como esta eleição não se resume ao interesse americano.